sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Se Eu Fosse Guitarrista, Queria Ser Como J. Mascis.

(Green Mind,1991).
Sou fã do modo peculiar como J. Mascis toca guitarra. Estilo: começa agora sabe Deus quando vai acabar. À frente dos colossais Dinosaur Jr., um dos pilares do rock alternativo norte-americano, Mascis chama atenção não só pelo modo como toca sua guitarra, mas também como canta. A impressão que tenho é a de que ele acabou de acordar e entrou em estúdio para gravar suas músicas no melhor estilo bicho-preguiça.
O Dinosaur Jr. foi formado em meados dos anos oitenta por Mascis e Murph (baterista) após terminarem o colegial em Boston. Para o baixo, convidaram Lou Barlow e foram logo chamando atenção dos universitários, rádios alternativas e celebridades como o pessoal do Sonic Youth.
Thurston Moore, guitarrista do Sonic Youth, chegou a montar uma banda à época com Mascis, chamado Velvet Monkeys.
O som do Dinosaur Jr. trafega entre o punk folk e o country arrebenta-quarteirões, como os próprios integrantes definem.
Após três álbuns lançados de forma independente, e com a saída de Lou - que formara o Sebadoh em seguida -, Mascis e seus comparsas lançaram o elogiadíssimo Green Mind (1991) por uma major. O que veio somar com o sucesso que foi a gravação da cover "Just Like Heaven" do The Cure e a participação no tributo a Neil Young, The Bridge.
A versão que os caras fizeram para "Lotta Love" é simplesmente arrasadora e insana.
Green Mind, que tem uma bela capa - uma das prediletas do On The Rocks - é mais acessível do que os anteriores, mas não menos emocionante. Seu estilo de tocar guitarra continua o mesmo.
Barulho, distorções e melodia a serviço dos sons que vieram pra ficar na história, emocionar e seduzir ouvidos mais atentos e aptos a embarcar no marasmo deste grande guitar man.
Clique aqui e assista ao video-clipe de Out There: http://www.youtube.com/watch?v=tbVKykdP7fY. Até a próxima.

(J. Mascis à frente do Dinosaur Jr).
Postar um comentário