terça-feira, 7 de abril de 2009

On The Rocks Recomenda.


Terminei de ler o romance O Último Leitor do escritor mexicano David Toscana. Considerado por seus leitores como um dos melhores e originais escritores da atual literatura mundial, Toscana encanta por seu estilo peculiar de entreter o leitor em prol de uma leitura suave e sedutora.
Icamole é uma cidade pequena situada no interior do México. Seu clima é árido. Não chove lá há muitos anos. Não são poucos os moradores que sonham e oram pra que chova em seu pedacinho de terra, pois a água aqui é escassa e a alimentação falta constantemente em suas mesas.
Lucio é um desses moradores e ávido leitor. Vive inconformado por tomar conta de uma biblioteca que não tem leitores. Seus vizinhos não leem nada, pois a leitura não sacia sua fome, nem mata sua sede.
Lucio tem o hábito de amaldiçoar os livros ruins jogando-os para as baratas e traças, pois estes não merecem nem sequer ser queimado para não prejudicar o sistema em que vive.
Melquisedec é o senhor responsável em levar água para a população em sua carroça. O governo paga a este pobre ser para matar a sede de todos os moradores da região.
Remigio é privilegiado por ter um poço no quintal de sua casa, o único por estas plagas, onde tem água constante e seu abacateiro é uma fonte de alimentação que nunca o deixa na mão.
Certa noite, Remigio encontra o corpo de uma menina dentro do seu poço. Acidente ou assassinato?
Começa aí um doce mistério que vai envolvendo e seduzindo o leitor por entre histórias de ficção contadas por Lucio e uma triste coincidência com a realidade de Icamole e sua famigerada população.
Quero agradecer ao meu amigo Tinho Safira pelo grande presente de Natal que só agora pude ler. Até a próxima.
Postar um comentário