quarta-feira, 10 de junho de 2009

Os Intelectuais Da Guitarra Lançam The Eternal, Décimo Sexto Álbum De Sua Carreira.

The Eternal é o mais novo álbum da sólida carreira da banda nova-iorquina Sonic Youth. Após longos anos gravando por uma major, a Geffen Records, a banda volta a gravar por um selo alternativo. Desta vez, pela Matador Records.
Sou suspeito para falar sobre eles. O Sonic Youth está entre minhas seis bandas de todos os tempos. Conheci os mestres da distorção quando estava de férias em Petrolina-Pe, no verão de 1988, ano em que a banda teve seu primeiro lançamento aqui no Brasil: Sister (1987).
Minha prima Karina namorava Yulo, um cara bacana que ela me apresentou entusiasmada por saber que éramos loucos pelo rock n'roll.
Yulo me falou sobre os tais Sonic Youth. Respondi que havia lido umas matérias na Bizz sobre eles e que estava curioso para conhecê-los. Então Yulo me convidou para bebermos umas cervas em sua casa num sábado à tarde.
Ouvimos música o tempo inteiro. Sister bateu de cara. Na ocasião, conheci melhor também o Hojerizah e o Fellini, bandas brasileiras que já conhecia uma ou duas músicas. E o PIL era bem vindo pela turma. Yulo tinha muitos amigos rockers, me identifiquei com todos eles.
Seus amigos ficaram chateados quando souberam que eu não suporto o Rush. Tentaram me convencer de que o Rush é uma grande banda, mas não adiantou nada. A voz do cara é muita chata e o baterista não é lá essas coisas como falam por aí.
Schizophrenia é a faixa de abertura de Sister. Bateria beirando o caos; guitarras distorcidas e embriagantes; o solo de guitarra no final da música me fez esquecer por uns instantes tudo que já tinha ouvido e ao mesmo tempo me sinalizando para um novo rumo em minha vida. Acachapante.
Tomei o disco emprestado e levei para casa dos meus tios, feliz da vida. Meus primos saíam todos os dias para conhecer melhor Petrolina. Eu ia pra casa de Yulo beber umas cervas e desfrutar daquelas bandas que ele me apresentou com muito orgulho e carinho.
Foram tantas: Não Religião, House of Love, Siouxsie and the Banshees, The Fall...
Tempos depois, fiquei sabendo que Yulo havia se mudado para Recife e que Karina não teve mais contato com ele. Uma pena... fico sentido com essas coisas. Queria tê-lo como meu amigo até hoje. Seria ótimo se tivéssemos próximos. Trocaríamos umas ideias sobre The Eternal e daríamos boas risadas do passado. Esta é a comunidade do On The Rocks no Orkut. http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=53673577. Até a próxima.
Postar um comentário