terça-feira, 7 de julho de 2009

On The Rocks Recomenda Em Dose Dupla.


Ando muito desanimado ultimamente, por isso tenho atrasado e muito os posts aqui no On The Rocks. Vai passar, eu sei. Não vejo a hora desses dias fatídicos passarem logo. São coisas da vida... sei, sei...
Indico dois álbuns de dois artistas importantes para a cultura da música pop mundial. Sim, punk e jovem guarda são pop music.
Iggy Pop, o pai do punk, ataca com Preliminaires, um álbum repleto de baladas que caem bem em companhia de uma boa cerva gelada num fim de tarde em companhia daquela gata...
Acho uma bobagem a mídia ficar estarrecida com o lançamento de um disco romântico do mestre de Detroit. Punk também ama. Se apaixona. Por que não gravar canções que batem forte no coração?
E quer saber, o resultado é um dos melhores de sua carreira. A canção em que ele canta em francês é de fazer qualquer um que tenha um pouco de sensibilidade afundar no sofá.
Pra vocês verem como estou... esqueci o nome da música e o álbum não está aqui comigo agora.
How Insensitive está ok. Ficou melhor do que na versão de seu compositor.
Preliminaires é um disco bacana. A voz de Iggy é um atrativo a mais para apreciá-lo. Encorpada. Gutural. Das mais prazerosas pros meus ouvidos.


Eis o terceiro álbum do gaúcho Frank Jorge. Volume 3 é mais uma coleção de pepitas da jovem guarda compostas pelo próprio Frank.

Sou admirador da obra deste importante artista da cena rocker gaúcha. Frank foi um dos fundadores dos saudosos Cascavelletes nos anos oitenta e, nos noventa, da Graforréia Xilarmônica.

A canção Eu Demiti um Amigo é das mais legais. Nela, Frank canta a tristeza de ter demitido um grande amigo por ter sido pressionado por seu chefe.

Resultado: O narrador tomou um pileque para esquecer tal tristeza.

As outras músicas se encaixam bem no universo da obra de Frank Jorge. Pura jovem guarda com pitadas do som gaúcho, como ele costuma chamar sua mistura de influências que vão de The Beatles a Gaúcho da Fronteira. Espero que tenham gostado dessas dicas diante de um post preguiçoso. Vai passar, eu sei... até a próxima.

Postar um comentário