quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Um Poema de Pablo Neruda.

Dedico este post aos meus amigos Tinho e Camila.



Eu te nomeei rainha
Existem mais altas do que tu, mais altas.
Mais puras do que tu, mais puras
Mais belas do que tu, mais belas

Mas tu és a Rainha

Quando vais pelas ruas,
Ninguém te reconhece
Ninguém vê a coroa de cristal,
Ninguém vê o tapete de ouro vermelho que pisas por onde passas,
O tapete que não existe

É apenas aparecer
Cantam todos os rios
em meu corpo, As campanas
estremecem o céu
e um hino enche o mundo

Somente tu e eu,
Somente tu e eu, amor meu
O escutamos.
Postar um comentário