quinta-feira, 11 de março de 2010

Sai o Primeiro DVD da Banda Americana Kings of Leon.

Assisti ontem o DVD Live at the O2 da banda americana Kings of Leon. Gravado em Londres na turnê do último e ótimo álbum Only by the night, este DVD comprova o amadurecimento de uma das bandas mais legais surgida na última década.
As primeiras imagens me fez lembrar o DVD do Dr. Feelgood que meu amigo Sérgio Cebola me presentou, há dois anos atrás, no momento em que a câmera mostra imagens ao redor do auditório onde o show foi gravado.
Os caras começam com Notion, canção que está em Only by the night, e em seguida tocam Be somebody e Taper jean girl num cenário repleto de mulheres, ao menos, nas primeiras filas. O local está lotado. O ambiente vai esquentando aos poucos. Como uma locomotiva saindo da estação, o Kings of Leon, banda que surgiu no cenário musical logo após o boom dos Strokes - pensei que não fossem passar do segundo álbum -, vão mostrando o que aprenderam ao longo dos anos.
Maturidade, competência e um pouco de carisma são o suficiente para colocar o público nas mãos, e isso eles fazem muito bem.
Molly's chambers, o primeiro hit da banda, aumenta o êxtase. Em seguida, é a vez de California waiting.
O ambiente pega fogo mesmo quando eles tocam Sex on fire, a minha canção preferida deles. Adoro. Comprove.
Já passam da meia-noite e as garrafinhas das cervas vão se multiplicando em cima da minha mesa. A madrugada promete ser fria. Contraste com o clima do show e do que sinto no momento.
O DVD acaba com umas músicas que não conheço, exceto Manhattan. Não satisfeito, aperto o repeat e fico por ali escolhendo algumas músicas...
Sinto-me nauseado neste momento. Faz calor e eu simplesmente não suporto. A ressaca está sob controle. Eu venci mais uma vez. Tia Fau está na sala assistindo um DVD da Bethânia. Ela canta: "Dentro do mar tem rio..." Acho que tá na hora de cair fora, sinto que as coisas podem piorar a qualquer momento. Vai que ela canta: "É doce morrer no mar..."
Tenho uma ótima notícia para os admiradores (as) do On The Rocks: voltei a ter internet em casa, isso quer dizer que vou poder me dedicar mais aos meus escritos, inclusive na La Verga - já que só escrevo no teclado. Até a próxima.
Postar um comentário