segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Contracultura na Cult.

A revista Cult, deste mês, na seção Dossiê, traz uma ótima matéria sobre a contracultura, suas influências e transformações no comportamento de jovens em todo planeta. Na capa está Mr. Dylan; sim, o próprio, mais uma vez estampando as capas das principais publicações sobre cultura e arte.
Bob Dylan é um dos artistas mais importantes nascido no século passado. De vez em quando, pinta umas figuras dizendo que ele é apenas ok. Haja paciência!
Na reportagem, que tem pouco mais de vinte páginas, há uma análise sobre Allen Ginsberg que, se você gosta e admira a escrita beat, deve ler imediatamente, assim como, a matéria sobre Jack Kerouac e um passeio pela música rock e suas contestações manisfestadas nos anos sessenta.
O rock and roll, como música de atitude e contestação social, não existe mais, e isto sabemos muito bem. O que há por aí, são resquícios de uma época em forma de pose e algumas, poucas, canções que ainda mexem comigo.
Cliquei Lico, de surpresa, folheando as páginas da revista e achei que ficou bacana a foto e sua curiosidade encheu o ego do papai coruja aqui. Estamos mais próximos ultimamente. Tenho curtido mais o guri depois que li A Morte de Bunny Munro de Nick Cave.
Cave foca com eficiência e cuidado o relacionamento de Bunny Munro e seu filho Bunny Jr. pelas cidades da Inglaterra. A história é linda e comovente ao mesmo tempo. Eu recomendo.
Disco da Semana.
Jonh Legend & The Roots - Wake up! (2010). O novo álbum de John Legend em companhia dos Roots, é sério candidato a um dos melhores do ano.

Você gosta da Stax? Lembra da batida clássica de vários artistas que fazem parte do cast da gravadora?

E Motown, você também gosta?

Então, vá por mim: baixe ou compre agora mesmo. Wake up! é diversão do começo ao fim.

Afaste o sofá da sala, convide os seus e seja feliz, ao menos, por uns instantes. Eu garanto. Até a próxima.
Postar um comentário