sábado, 26 de março de 2011

Uma Fotografia.

(Foto by Camila Passos).
Esta menina índia me chamou atenção dia desses quando a encontrei no álbum de fotografias da jornalista e artista visual Camila Passos no Facebook. Tentei escrever um poema, mas não saiu nada. Então fiquei admirando o olhar puro e inocente dessa coisinha fofa. Pensei em sua vida na aldeia com seus pais, irmãos e amiguinhos. Será que ela vai à escola? Tentei imaginar a vida dessa menina longe da internet, celulares, McDonalds, Praça de alimentação de Shopping Center aos sábados, Crack - a pedra devastadora -, dos geniais pagodeiros que habitam estas plagas, da prostituição infantil das cidades grandes... Muitas coisas passaram por minha cabeça naquele momento. Tão pura me pareceu a protagonista desse post. Fui dormir pensando no que ela estaria fazendo naquele momento. Talvez, estivesse dormindo. Durmo muito tarde, sabe baby? Não tenho tomado minha medicação; vinhos e canções têm me acompanhado nas madrugadas adentro. Tenho saído pouco ultimamente. O único evento que me faz sair de casa é o TAZ (Tuesday Autonomous Zone) que acontece todas às terças. Meus fins de semana têm sido ótimos. Meus discos estão aqui comigo agora, assim como meus livros. Loquei ontem Estranhos no Paraíso e Down by Law do Jarmusch; Lua de Fel de Polansky (adoro esse filme) e Retrato Completo de Andy Warhol (documentário). Inaugurei ontem a semana do Jim Jarmusch aqui em casa. Dedicarei a semana toda a um dos meus diretores preferido. Os próximos locados serão Dead Man, Permanent Vacation - primeiro filme de quando ele ainda cursava a faculdade de cinema em Los Angeles, 1980. Em seguida, será a vez de Flores Partidas e Ghost Dog. Para a próxima semana, estarei selecionando os filmes dos irmãos Cohen. Mas tem Polansky, Scorcese, Fassbinder, entre outros, que estarão me acompanhando nos próximos dias. Imagino que você não conheça nenhum desses artistas e nem saiba o que é blog. Teu mundo é puro. Baby, estou na expectativa do novo lançamento do Raveonettes, que será lançado no dia cinco de abril. Não vejo a hora. Curti o single e o videoclipe deles. Sou fã e ainda terei todos os discos da banda. Fico por aqui. Até mais tarde.
Postar um comentário