domingo, 4 de setembro de 2011

A Caixa Preta de Charles Bukowski e As Coleções do Pink Floyd e The Jesus and Mary Chain.

A caixa preta do velho safado já está disponível nas melhores livrarias do país via L&PM Pocket. A coleção compreende cinco livros já publicados no formato tradicional. São eles: Misto-quente, Crônicas de um amor louco, Fabulário geral do cotidiano, Factótum e Pulp.
Pulp, seu último romance, é o único que não li. Bom motivo pra economizar uma grana e comprar este box, que pra mim, é especial. Especial porque sou colecionador de discos e livros dos artistas que me dizem alguma coisa - a ponto de transformar minha visão de mundo -, permitindo ser este um lugar melhor para se viver.
Eu tenho o Misto-Quente aqui na minha estante; os outros, li emprestado dos meus amigos há muito tempo. O box está me dando uma vontade de reler todos eles. O problema é a grana que está curta e tem outros lançamentos que estão mexendo comigo...

A coleção completa do Pink Floyd, remasterizada, em digipacks, com tratamento semelhante a que foi dada aos discos dos Beatles, promete. Ainda neste mês, sairá Dark Side of the Moon, e em seguida, toda a extensa e genial obra da banda inglesa.

O selo britânico Edsel está lançando no final deste mês a coleção completa do The Jesus and Mary Chain em caixinhas especiais para seus ilustres fãs, com dois cds e um dvd, cada.
As novas edições de Psychocandy (o disco da minha vida), Darklands, Automatic, Honey's dead, Stoned & Dethroned e Munki - ao lado da minha mudança pra São Paulo ainda neste mês - transformarão os ares, minha vida e meu destino.

Até a próxima.

(Os irmãos William e Jim Reid - os caras que estão à frente do The Jesus and Mary Chain).
Postar um comentário