terça-feira, 12 de junho de 2012

Dando milho aos pombos (uma crônica do cotidiano).


Todos os dias, eu passo pela República a caminho do meu trabalho, por volta do meio-dia, e sempre vejo um velhinho sentado no banco da praça dando milho aos pombos.

Hoje, quando passei, ele estava em pé dando milho numa posição que me fez lembrar uma bailarina, pois apenas os dedos do pé direito tocavam no chão com uma leve dobra no joelho -- a perna esquerda servindo de apoio. Então, pensei: "Ih, o velhinho é bicha!".

De repente, alguém o chamou, e ele, mancando, foi ao encontro.

"Horrível, Buenas, que coisa horrível...", foi o que pensei, cabisbaixo, em direção à estação de metrô.

Até a próxima.
Postar um comentário