sexta-feira, 21 de setembro de 2012

On The Rocks Recomenda.


La futura é um disco de rock. Sim, de rock, como há muito não se vê por aí. Está cada vez mais difícil encontrar um disco cru, certeiro e direto como esse. Rock na veia, caro leitor. Rock puro - mas com uma simples pitada de blues para incrementar o tempero. Melhor se permanecer fiel às suas origens do que ficar por aí gravando porcaria só pra soar moderninho. Ah, mas isso esses caras não vão fazer. Artistas do calibre desses texanos não vão dar o braço a torcer só para agradar os modernos. Está cada vez mais insuportável aturar os artistas da moda. Não vejo graça alguma em The XX, Animal Collective, Metric e similares. Eles fazem música insossa. São desprovidos de talento e fracos, assim como seu público. Não têm nada a dizer, por isso vão passar logo, logo.

Artistas como o ZZ Top já deixaram sua marca na história. Pode até parecer comentário de um blogueiro quarentão ranzinza, eu sei. Mas acredite em mim: dê um giro pelos sites e blogs sobre música que tem por aí e você vai constatar que essas bandinhas que citei, entre outras, são as que estão na crista da onda; e o pior: suas músicas são ruins, beirando ao lixo.

La futura, esse discaço - sério candidato a melhor disco de rock do ano - foi produzido por Rick Rubin e Billy Gibbons. Há nove anos que os texanos não apresentavam material inédito. Fico feliz com o seu retorno, assim como saber do segundo lançamento do Neil Young & Crazy Horse só neste ano - dessa vez com músicas inéditas. O disco é duplo e sairá em breve. Dylan já lançou o seu. Patti Smith e Leonard Cohen, também.

Jack White me parece um artista em sintonia com os mestres, pois ele é um dos poucos "novatos" que não deixam a peteca cair. Lee Ranaldo e Mark Lanegan, ok. Isto, sem falar no Alabama Shakes, a grande revelação do ano.

Só pra encerrar: postei o video de Over you, baladão que tem tirado minhas noites de sono, no Facebook, mas ninguém curtiu. Ninguém comentou. Mas eu não me incomodo. Gosto de ficar aqui ouvindo Over you no volume máximo do meu headphone nesse começo de primavera estranha. Estranha como tem sido as últimas estações do ano.

Até a próxima.

P.S: Veja o post abaixo com Over you, uma das minhas preferidas do La futura.
Postar um comentário