domingo, 25 de novembro de 2012

Doces ratinhos.


Poema de Marcolino da Anunciação Filho, poeta brasileiro nascido no Pará em 1955. Morreu afogado no oceano Atlântico em 1986.

hoje fez uma bela manhã de domingo
os ratinhos daqui do meu prédio circulavam tranquilamente pelo playground se esbarrando docemente nas crianças com seus gatinhos encoleirados e angustiados

na hora da merenda, os ratinhos serviram os gatinhos encoleirados e angustiados com doses cavalares de suco de framboesa e veneno dentro da validade

os passarinhos engaiolados cantavam desafinados observando os urubus bicando a cabeça de um bebezinho em frente ao portão do playground onde as crianças eram devoradas por seus gatinhos encoleirados e angustiados com uma plateia repleta de ratinhos felizes e comilões

os urubus eram de uma beleza ímpar: "singular", e eu aqui espremido entre as paredes desse elevador parado bem no meio da minha cintura.

Postar um comentário