segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

You never should.


Acordar com a maior ressaca às quatro da tarde no domingão e mandar You never should do My Bloody Valentine pros tímpanos é pra quem tem culhão. Eu não paro. Sou elétrico o tempo todo até mesmo quando tô parado. Cê tá pensando que essas drogas que tomo pra dormir me fazem parar? Aí meu caro Eldo disse que eu sou intenso e o Marião ali parado observando tudo. Enchemos a cara ontem e o Pierre estava empolgado com as críticas do Régis "É muito ruim" e eu me divertindo com tudo isso. Ô cidade que me faz falta! Viajo amanhã pra Salvador e já tô com aperto no peito. São quinze dias somente afastado daqui, mas eu sei que me fará falta. Quando o avião decolar, sei que sentirei um aperto no peito. Eu sei disso. Little Beat deu as caras e brindamos e botamos os papos em dia. Mentira pura: é que a gente bebe mais do que coloca os papos em dia. A gente bebe, sacou? Mas a gente bebe mesmo. Sem frescuras. Eu devia ter ficado mais. Acordei com a mensagem do Little me chamando de cuzão e cobrando minha presença. E quer saber? Isto é ótimo. Eu devia ter ficado mais e é bom saber também que hoje tem mais. SP é foda.

***

Este texto foi postado ontem no Facebook.

Até a próxima.
Postar um comentário