sexta-feira, 27 de setembro de 2013

1° poema de amor (Tarcísio Buenas/Nelson Magalhães Filho).

(Pintura by Nelson Magalhães Filho).

Quando a lua sangra meus pés, vomito flores ou láudanos, ou girassóis amargos em meu coração ardente

Hey babe, é só mais uma noite sem suspiros ou tremores nas mãos, o desejo é alucinante e de novo vomito versos, poemas e dores

A noite é cruel, Vejo o sol que não se alucina com minhas poesias,

Sabe babe, o deserto é azul da cor do sonho de ontem, da cor dos braços tremendo em rouquidão sem fim,

As árvores são belas nesta noite, vou embora babe, e não digo nada.

 * * *

1° poema de amor, é um dos poucos poemas que escrevi com o poeta, pintor, ator, diretor e ex-jogador de futebol, Nelson Magalhães Filho. O poema foi escrito no Bar de Girino em Cruz das Almas (BA), nossa cidade natal, há uns dez anos atrás.

Até a próxima.
Postar um comentário