sábado, 16 de novembro de 2013

Tião, o cara dos filmes.


Esse cara é o responsável pelos filmes que tenho assistido nas últimas semanas. É que eu não me lembro mais do roteiro de muitos filmes que assisti há mais de 15 anos atrás; então, encomendo com o Tião. Ele tem uma banquinha na Praça Roosevelt em frente à Tabacaria. Sempre sorridente, de uma simpatia fora do comum, Tião é o cara que tá me fazendo voltar no tempo em que eu assistia filmes no cinema ou na TV durante a madrugada (foi nessa época que minha mãe colocou meu apelido de "Corujão da madrugada"). Adoro assistir filmes na madruga. Ler livros e ouvir música, também. É o melhor horário. Eu divido meu tempo, assim: fazer essas coisas que citei acima na madruga; beber à noite, quando não tô lendo ou escrevendo - nunca escrevo bebendo - salvo raras exceções, bebo durante o dia. Ler de manhã depois do café é quase como uma obrigação. Mas não é isso que quero falar. Eu tô falando do Tião, o cara que tá me fazendo voltar no tempo em que eu assistia as grandes películas no cinema ou na TV durante a madruga. Ontem, passei lá de noite pra pegar O Balconista, primeiro filme do Kevin Smith. Aproveitei pra comprar o doc. Geração Beat, a história dos Beatniks (este eu vi a turma compartilhando no facebook, mas é que prefiro ter o DVD comigo). Sou colecionador de discos desde os treze anos de idade e tudo indica que agora serei colecionador de filmes que fizeram minha cabeça no passado. Filmes que não consigo lembrar de nada. O Balconista é um deles. Com o Tião, já comprei: Último tango em Paris, Bird, One plus one, Ken Park, O iluminado, Amor à queima-roupa, O inquilino e Chinatown (ambos do grande Polanski), Short cuts, Expresso da meia-noite, The Runaways - garotas do rock, entre outros. Já estão encomendados: O grande Lebowski e Drugstore Cowboy.

Quando você estiver passando pela pracinha, e se lembrar desse texto, dá um pulo na banca do Tião. Ele vai conseguir o filme que você quiser. Temporadas, também. E o cara é gente fina.

Até a próxima.
Postar um comentário