segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Uma prévia do Melhores do Ano (2ª parte).


Todo final de ano quando sento pra preparar a lista com os melhores do ano pro On The Rocks tenho sempre a mesma dificuldade: escolher os melhores discos nacionais. Dessa vez tá um pouco diferente -- é que eu tenho certeza dos escolhidos pros dois primeiros lugares. Rock cantado em inglês soa melhor e o eixo Rio-São Paulo pouco me disse neste ano. Bahia e Goiás despontaram na frente com os melhores discos. Sim, na Bahia tem muito rock dos bons e você não sabe (me orgulho de ter a honra de ser brother dos meus conterrâneos que fizeram as melhores canções de um ano que está prestes a cair fora). Dos veteranos, Nei Lisboa mandou muito bem (de novo) e é claro que tá na lista. Ando sem paciência pra ouvir hypes -- as bandas da vez. O M B V, do My Bloody Valentine, é um disco morno. Não me empolgou. Quem voltou em grande estilo mesmo foi o Mazzy Star -- banda da bela Hope Sandoval.

Com o sol batendo forte em minhas costas e essa sensação terrível que as ressacas me dão (somente elas são responsáveis por momentos como esses), fico por aqui tentando terminar essa lista que sai amanhã em meio a um clima quente e insuportável e aquela pequena dose de otimismo esperando pelo frio. Quase em vão.
Postar um comentário