quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Nico sobre sua saída do Velvet Underground.


"Lou precisava de mim no começo porque não tinha confiança para estar à frente do palco", Nico reflete. "Mas ele ganhou confiança rapidamente. E não fui só eu que se tornou dispensável. Ele queria John [Cale] fora, queria Andy fora. O Velvet Underground era a banda dele, mas, se você ouvir os discos que gravaram depois que saí, e depois que John [em 1968, após White Light/White Heat] e Andy também saíram... não são o Velvet Underground. São Lou e um grupo de músicos que não ousavam enfrentá-lo, que deixavam ele fazer o que quisesse. Além disso, muitas das músicas que ele estava compondo eram bem desanimadas. John e Andy nunca teriam permitido isso".

Do livro "Dangerous Glitter - Como David Bowie, Lou Reed e Iggy Pop foram ao inferno e salvaram o rock 'n' roll" de Dave Thompson. 

* * * 

Esse livro que eu tô lendo tá servindo mais pra me lembrar de histórias como essa do que pra informar. O que eu tô mais curtindo são as fotos. Por enquanto, tem sido pouco esclarecedor. Mas que fique claro uma coisa: as histórias são ótimas.

Até a próxima.
Postar um comentário