domingo, 16 de março de 2014

Obra-Prima.


The Stooges - Fun House (1970).

24 horas no ar - ou quase isso. Entre hotéis e motéis, indiferente pra mim, sigo. Falo com pessoas. Amigos, alguns. Depois do trampo um show de rock. Saco de Ratos. Noir lotado. Algumas surpresas... 24 horas intercaladas. No Sotero, Lu Japa mandou essa: "Que cara de ontem da porra!" - assim mesmo. E foi. Meu parça apareceu depois com 10 LP's comprados na feira (Cash entre eles). Cantamos "Personal Jesus" de uma banda que não diz nada pra gente. Com Cash funciona. "One" da banda irlandesa foi lembrada. Apenas isso pra gente lembrar. Bebaço em um quarto de hotel e quase sem destino, sozinho, desço as escadas e entro numa Lan. Scott Ascheton está morto. Esta é a notícia da noite. Do dia. Com Fun House esmurrando as paredes do meu cérebro agora, bebaço, em uma Lan na Rio Branco - 24 horas. Punk's not dead. Assim tem sido. Meu parça na mesa - lembro. 24 horas. Sem Scott. Sem Stooges - minha banda punk preferida. Dirt, inigualável. A mais suja. Podre. De uma banda sem precedentes. De um disco de rock pra eternidade. Final piegas, Buenas. Bebaço numa Lan na Rio Branco não tenho muito a dizer. Nunca tive.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Fechando o mercado.


Entrou fechando o mercado com um short tão curto que dava pra ver os pelos negros e fartos da buceta. Parou tudo - até a menina do caixa se atrapalhou com o troco. Segui os passos dela como quem não quer nada até o exato momento em que ela sorriu pra uma amiga que havia encontrado. Era um sorriso que mostrava diversas falhas em seus dentes; senti falta de outros - sem contar o caquinho visível no canto esquerdo da boca. De súbito, tudo voltou ao normal.

sexta-feira, 7 de março de 2014

A poesia de Robert Creeley.



A FLOR

Penso que cultivo tensões
como flores
num bosque
onde ninguém vai.

Cada ferida — perfeita —,
fecha-se numa minúscula imperceptível pétala,
causando dor.

Dor é uma flor
como aquela,
como esta,
como aquela, 
como esta.

(tradução: Régis Bonvicino).

Bob Dylan - The Man in Me (The Big Lebowski version).