segunda-feira, 21 de abril de 2014

Em outros tempos...

(By Carcarah). 
Em outros tempos seria diferente. Depois de um show de rock, e dos bons, deve ter coisa melhor pra se fazer do que voltar pra casa. Eu poderia ir até ao camarim e falar com os caras. Meu parça tava lá com eles. Até perguntei ao Carcarah se ele queria ir lá, mas ele preferiu seguir em frente e então ficamos na porta do SESC fazendo a resenha com o Kita e o brother que tava com o Carcah - não lembro o nome do brother. Havia um impasse de ir ou não pra Merça - é que eu soube ontem à noite que haviam lacrado as portas da Merça por causa da imbecil Lei do Psiu. O mundo está se tornando, aos poucos, um lugar chato e triste pra se viver. Não tenho dó na consciência por não juntar grana pra aproveitar no futuro. Não sou desses e o futuro é incerto. Então eu avanço o sinal sem arrependimentos. Daí que eu voltei pra casa e os caras seguiram para as suas. Uma vez em casa, abro minha cerva e fico por aqui... mas tem uma coisa que não me conformo: deve ter coisa melhor pra se fazer depois de assistir a um show de rock. Como nos velhos tempos. A cerva tá no ponto. É mais uma gringa. Trapista. Com a idade eu percebi que mereço. E tenho sido exigente quando sento pra beber. Não é frescura. Nem arrogância. É uma questão de você ter dado mais um passo adiante, prestes a completar quarenta e dois anos de idade, e poder escolher. Poder ser exigente. Acho que mereço. Mas deve ter coisa melhor pra se fazer depois de assistir a um show de rock em plena segunda-feira de um fim de um longo feriado em SP. Só não sei o quê.

Até a próxima.
Postar um comentário