terça-feira, 16 de setembro de 2014

ontem à noite...


ontem à noite dois cães mataram um gato no estacionamento
da minha janela, deu tempo de ouvir os últimos gemidos do gato
foi sinistro
depois os cães latiram, bravos, para que o gato acordasse
o gato não acordou 
os cães ficaram mais uma vez bravos -- 
o brinquedo quebrado,
a diversão no parque abandonada -- 
eu não senti pena do gato

do lado de cá uma gata geme entre meus braços
e eu não me lembro de mais nada.
Postar um comentário