domingo, 29 de março de 2015

Da série "Livro de cabeceira".


Sam Shepard - A lua do falcão (L&PM). 

Poder

Lembro de uma corrida com meu pai A nossa diferença de tamanho e de força O poder das pernas dele A rapidez das minhas Ele quase morreu, mas ganhou Depois eu o escutei vomitando atrás da cabana Naquela noite fui para a cama E sonhei com o poder de um trem

 * * * 

Movimentos de Tubarão 

Do mesmo jeito que um tubarão não pode deixar de se movimentar senão morre Assim é você pelo chão Dorme nadando de costas Cuspindo teus dentes Deslizando como assombração Não posso fazer nada por você, a não ser que você se levante O que você precisa é de um bolso cheio de grilos Para te trazer de volta à terra 

* * * 

Essa Noite Outra Vez

Você me acorda com teu corpo pálido E tua cicatriz que serpenteia Sonhei com o Grande Tubarão Branco E você com tatuagens de aviões que caíam Nas nádegas de uma cubana Tenho um almoço marcado com uma bixa Mas voltarei essa noite outra vez

Postar um comentário